Afinal, o que é API de integração e como funciona?

6 minutos para ler

Uma das principais peculiaridades da atualidade é a transformação digital. Para implementar este processo muitas empresas introduzem o uso de diversos sistema computacionais integrados entre si. Neste cenário, a integração via API viabiliza este processo, o que faz com que essa tecnologia seja, na grande maioria das vezes, a chave para muitos processos de transformação digital. 

A organização que ainda não se informou sobre como funciona a integração via API, pode ficar de fora desse novo processo tecnológico e sair perdendo para a concorrência. O fato é que as novas tecnologias nos possibilitam comodidade, praticidade e conforto, apresentando grande agilidade, que há alguns anos nem imaginávamos, mas que atualmente são indispensáveis. 

Em razão de surgirem muitas dúvidas sobre a integração via API, nós preparamos este post para explicar o que significa, para que serve, suas principais vantagens e como realizá-la de forma eficiente. Acompanhe! 

O que é a integração de sistemas via API?

API é a sigla de Application Programming Interface, que traduzindo para o português significa Interface de Programação de Aplicação. O termo refere-se a um grupo de instruções, padrões e rotinas de programação que são utilizados juntos, viabilizando a construção de uma interface mais inteligente e eficiente, fazendo com que haja um meio que viabiliza a interação padronizada entre dois ou mais sistemas. 

Dados e informações são trocados por meio de uma integração via API, entre sistemas distintos. Isso possibilita, inclusive, a definição de tarefas automatizadas, como por exemplo, a emissão de nota fiscal toda vez que um pedido de um cliente for concluído. Essencialmente, a integração via API é utilizada com o intuito de que haja conexão entre aplicativos interligados através de uma rede de internet ou intranet, sem que seja preciso que algum funcionário faça o abastecimento desses dados de forma manual. 

Para que servem as integrações via API?

Normalmente, uma API é criada quando uma organização tem o desejo de oferecer recursos do seu software para desenvolvedores que necessitem da criação de sistemas ligados ao seu tipo de serviço. Em cenários como esse, o programador consegue fácil acesso a uma documentação que possui instruções para realizar determinadas ações no sistema e conquistar o resultado esperado. 

Outra situação — que pode acontecer acompanhado com a anterior — é quando uma empresa precisa realizar a distribuição ou manutenção de seus dados em muitos de seus sistemas internos. Nesse caso, a construção de APIs também pode ocorrer, o que possibilitará que as integrações sejam padronizadas, favorecendo uma melhor manutenção e facilitando a realização de mudanças ou expansões das integrações entre os sistemas. 

Quais as vantagens da integração via API?

A verdade é que a integração de sistema via API pode simplificar muito as rotinas e o trabalho em uma empresa. São diversas as tarefas que podem ser facilitadas e automatizadas por meio da realização dessa integração, como atualização de endereços, envio de e-mails, emissão de notas, lançamentos contábeis, preenchimento de planilhas, entre outras. 

Inclusive, algumas vantagens são muito perceptíveis na rotina da empresa, tais como: facilitação de gerenciamento de diversos processos; menos gastos com processos operacionais no setor de TI, marketing e logística, integração de setores como vendas, e muito mais segurança de dados. 

E não é só! 

Melhoria na comunicação

O ponto chave da integração via API é a realização de uma boa comunicação. A API atua da seguinte forma: receber e transmitir os dados de uma empresa, simplificando e otimizando a comunicação entre departamentos, fazendo com que todos os dados que circulam na empresa sejam mais bem aproveitados. 

Sistemas integrados permitem estratégias colaborativas e assertivas de comunicação entre departamentos da empresa e até mesmo com entidades externas, como fornecedores e clientes. 

Fidelização de clientes

O aumento da fidelização de clientes é outra grande vantagem decorrente do uso de APIs de integração. Tendo em vista que as integrações via API permitem a customização de sistemas com o intuito de agradar todos os tipos de cliente, e isso causa impacto positivo na produtividade da empresa e na fidelização deles. 

Gestão otimizada

A partir da integração via API, se torna muito mais simples desenvolver, fazer a adaptação e correção de problemas ligados às plataformas, visto que, essas tarefas são realizadas diretamente no sistema, de forma automática.

O melhor aproveitamento de gestores e colaboradores é o resultado. Inclusive, eles podem se voltar para demandas estratégicas e que demandem um poder analítico maior, fazendo com que as atividades repetitivas fiquem sob responsabilidade da tecnologia.

Segurança e integridade de dados

Com a integração via API, os sistemas integrados realizam a troca e o compartilhamento de dados de modo seguro. É importante ressaltar que a alimentação de informações representa um risco menor para a integridade dos dados, devido ao fato dessa conexão ser protegida por várias camadas de criptografia. Lembrando que os dados podem ser considerados um patrimônio de extremo valor para todas as empresas. 

Assim, além de garantir a segurança ao banco de dados da organização, existe um controle de grupos dessas informações que é possível acessá-las por meio das APIs, sendo aprovadas de forma prévia pelo gestor ou responsável pelo setor.

Como fazer de maneira eficiente?

Normalmente, há dois meios de realizar uma integração via API. Uma delas é a manual, em que uma equipe de profissionais da área de TI fica voltada para escrever códigos com o intuito de fazer a transformação, integração e higienização de dados com origem em vários aplicativos utilizaods em uma organização. 

Outra forma de integração, é fazer uso de plataformas de integração que já dispõem de diversos recursos pré-estabelecidos que permitem que você integre facilmente diversas ferramentas de mercado, sem que seja necessário escrever códigos de programação ou contratar programadores. 

De qualquer modo, realizar a integração de aplicativos e interfaces de trabalho utilizando API é uma ação que exige muito cuidado, além de um bom planejamento. Isso é válido principalmente para empresas que precisarão saber lidar com sistemas legados e seus bancos de dados. 

Por fim, um dos primeiros passos para organizações que desejam mais agilidade, segurança e otimização para seu negócio e seus clientes é investir em integração via API. O fato é que ao implementá-la, maximizará a qualidade dos serviços internos e aumentará a produtividade dos funcionários. 

Você gostou de nosso post? Ele foi útil para você? Então, não perca mais tempo e compartilhe-o em suas redes sociais! Estamos também no Instagram, Youtube e LinkedIn!

Posts relacionados

Deixe um comentário