Entenda o que é UX research e como pode ajudar seu negócio

7 minutos para ler

O conceito de Experiência do usuário (UX) tem se popularizado em diversos eixos de nossa sociedade, haja vista que sua aplicabilidade tem melhorado a interação de usuários com produtos e serviços. A UX está relacionada em diversas etapas do desenvolvimento, seja no planejamento, no desenvolvimento ou na avaliação de um artefato comum ou intelectual.

Além disso, é importante conhecer as características e vivências de seus usuários em diversos cenários de uso. Desse modo, temos ramificações importantes relacionadas ao conceito e uma delas que você precisa ficar atento é o de UX research. Já ouviu falar?

A seguir, você acompanhará algumas especificações sobre o assunto e entenderá como aplicá-lo de forma eficiente em sua empresa.

O que é UX research

O UX research é uma subárea de UX responsável por realizar estudos e descobrir formas adequadas de interação que os usuários possam ter na utilização de produtos e serviços. Dentro dos projetos de UX, os profissionais designados à UX research, também conhecidos como UX researcher’s, serão responsáveis por identificarem problemáticas relacionadas ao processo de interação e comportamento dos usuários com os artefatos pré-existentes, além de proporem melhorias de uso baseadas em hipóteses validadas por meio de pesquisa e coleta de dados.

O UX researcher é o responsável pelo levantamento de informações importantes para a criação de soluções, investigando quais são as principais demandas dos usuários, de que forma eles realizam suas ações dentro de todo o ciclo de uso do produto, entre outros. Portanto, o UX researcher é um profissional muito importante no desenvolvimento dos produtos, visto que é o responsável por obter o feedback dos potenciais usuários durante toda construção.

Atribuições de um UX researcher na prática

Ok, mas como é a atuação prática do UX researcher? Veremos a seguir os principais pontos da sua atuação.

Em primeiro lugar, ele utilizará as metodologias e métodos mais importantes de aplicação das pesquisas com os usuários. Assim, podem ser utilizados métodos como entrevistas, questionários e observações. Um outro cenário interessante, é que o UX researcher poderá realizar avaliações heurísticas ou observações diretas em soluções existentes.

Caso o UX researcher siga metodologias de coletas de dados com usuários, ele definirá o público-alvo e selecionará as pessoas para comporem a pesquisa de testes, apresentando as perguntas escolhidas no ponto anterior. As metodologias podem variar de acordo com as fases do projeto. Alguns exemplos são:

  • descobrimento: comunicar-se com os prováveis usuários sobre como eles realizam suas tarefas e capturar quais são os desafios enfrentados por eles. Assim, será possível definir as funcionalidades e, consequentemente, as interfaces do produto ou serviço que está sendo desenvolvido;
  • exploração: análises competitivas, analisar a jornada do usuário dentro da plataforma, obtenção do feedback do protótipo e identificar pontos que precisarão ser analisados depois;
  • teste: realização de testes práticos de interação, pesquisa para treinamento, análise de alcance de usuários, monitoramento de critérios de qualidade da solução (usabilidade, acessibilidade e comunicabilidade), entre outros pontos;
  • escuta: estudo de resultados de pesquisa, análise de processos de busca, abertura de debates sobre os resultados, entre outros pontos.

Além disso, o UX researcher precisa ter algumas características importantes em seu perfil profissional, tais como:

  • proatividade;
  • criatividade;
  • curiosidade;
  • ter uma boa comunicação com os usuários;
  • ter conhecimento de diversas metodologias de pesquisa;
  • ser organizado;
  • ter uma boa capacidade analítica.

A importância e desafios de UX research

O UX research tem o papel importante de identificar e pesquisar os eventuais padrões de comportamento realizados pelos usuários e eventuais mudanças de comportamento e consumo a partir do uso da solução.

Usando diversas formas de ouvir os usuários, é possível criar um produto baseado nas suas necessidades, de fato. Logo, são atendidas as expectativas dos usuários ao focar em suas demandas reais. Na intenção de compreender os usuários, as pesquisas realizadas são importantes para:

  • conhecer o perfil do usuário: o que ele precisa, o que ele faz, quais são as questões que precisam ser atendidas, o contexto em que ele está inserido, entre outros pontos;
  • entender o perfil dos concorrentes: analisar o que está sendo feito pelos concorrentes e de que forma o seu produto se assemelha. Ao mesmo tempo, também é possível identificar quais são os diferenciais da solução e em quais aspectos eles não atendem a interação de seus usuários;
  • entender o mercado atual: se ele está em crescimento, quais são as lacunas que o seu produto pode suprir, entre outros pontos;
  • compreender os padrões dos usuários: como eles utilizam as soluções, quais são suas dificuldades que devem ser solucionadas.

Em relação ao UX researcher, ele deve, inicialmente, construir questões de pesquisas relacionadas à um dado problema de pesquisa. Por exemplo, algumas das questões importantes que o UX researcher deve conseguir responder são:

  • quem é o público-alvo do produto?
  • quais são os produtos dos concorrentes que são similares aos seus?
  • quais são as demandas dos clientes que serão atendidas?
  • quais são as funcionalidades e interfaces que não podem faltar?
  • quais são os diferenciais de sua solução em relação às atuais soluções do mercado?

Ainda com UX research, é possível minimizar as possibilidades de problemas que podem comprometer o crescimento da sua empresa, entre elas:

  • investimento em uma solução que não terá demanda no mercado;
  • criar uma solução que realmente não tenha diferenciais importantes entre outras soluções existentes no mercado;
  • criar algo que projete a demanda dos usuários, mas que não se configure, de fato, na realidade;
  • construir soluções que não fortaleçam a inclusão digital e, consequentemente, social de diversos usuários.

Por fim, o UX research é um aliado importante para o Product Design, além da UX como um todo, pois coleta as informações de formas objetivas para gerar recomendações que orientam as atividades de outros membros dos times.

Como o UX research é utilizado no dia a dia

Ok, agora é o momento de entender a forma como o UX research é aplicado nas rotinas de desenvolvimento. Vamos a alguns exemplos importantes para compreender essas dinâmicas.

Por exemplo, em pesquisas primárias, o UX researcher poderá perguntar a um grupo de pessoas quais são os problemas enfrentados em suas últimas aquisições realizadas em aplicativos para compras de mercado. Logo, sua empresa terá um norte de como começar a traçar um projeto voltado aos pontos de melhorias levantados na pesquisa.

Em outras etapas é possível trabalhar com pesquisas de funcionalidade, na qual os grupos focais, que podem ser os mesmos das etapas anteriores, analisam um protótipo e apontam quais recursos atenderam satisfatoriamente sua interação durante um dado cenário de teste. Por outro lado, também são coletados novos pontos de melhorias necessários e que devem ser alterados para fortalecer o processo de interação da solução.

O conceito de UX tem se tornado muito importante no cenário de negócios. Logo, a UX research tem um papel fundamental para trazer dados objetivos e evitar prejuízos de investimentos, recursos e de tempo no dia a dia. Portanto, os esforços de desenvolvimento de soluções são mais bem direcionados nas empresas e garante maior sucesso com os usuários.

Gostou deste artigo sobre UX research? Tirou suas dúvidas sobre o assunto? Então siga as nossas redes sociais, Instagram, Youtube e LinkedIn e acompanhe novas dicas de conteúdo.

Posts relacionados

Deixe um comentário