O que é business intelligence? Descubra agora! 

11 minutos para ler

Uma empresa que deseja se consolidar no mercado precisa levar em consideração vários aspectos e um deles diz respeito às tecnologias empregadas. Se existem gargalos de produção e falhas nos processos internos, por exemplo, esses são fortes indícios de que é preciso investir em alguma solução, no intuito de maximizar a eficiência e a produtividade.

Neste artigo, abordaremos uma tecnologia bastante utilizada por empresas dos mais variados portes e segmentos. Você saberá o que é Business Intelligence (BI) e entenderá por que ele pode ser um aliado estratégico do seu negócio.

Ficou interessado em saber mais sobre esse tema e aplicá-lo no cotidiano da sua empresa? Então, continue no nosso blog e acompanhe a leitura!

O QUE É BUSINESS INTELLIGENCE? 

Também conhecido por BI ou inteligência comercial, o Business Intelligence pode ser entendido como sistemas e ferramentas tecnológicas que atuam na obtenção de dados úteis. Para negócios, isso é algo bastante desejado, uma vez que precisam tomar decisões estratégicas assertivas cada vez mais rápido. Em outras palavras, o BI veio para substituir o “achismo” dos gestores, fornecendo uma série de informações precisas e confiáveis.

O BI também atua auxiliando os setores de uma empresa a terem sempre acesso à informação, sem a necessidade de dedicar tanto tempo a atividades repetitivas, fazendo tudo isso através dos processos de coleta, organização, análise e tradução dos dados gerados pela empresa em suas operações.

POR QUE BI É IMPORTANTE PARA AS EMPRESAS? 

Uma das condições fundamentais para uma companhia se manter no mercado é a sua competitividade. Se ela não acompanha as novas tendências tecnológicas, grandes são as chances de que se torne obsoleta. Isso impacta diretamente em seus resultados.

Dado esse contexto, o Business Intelligence surge como um mecanismo capaz de entregar uma série de insights que podem ajudar uma organização como um todo a melhorar os seus processos e explorar novos públicos consumidores.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO BI? 

Agora que você sabe o que é Business Intelligence e qual a sua importância no ambiente corporativo, acompanhe a seguir os principais benefícios dessa tecnologia!

REDUÇÃO DE CUSTOS 

O BI é responsável por transformar dados estruturados (como planilhas) e não estruturados (como interações de consumidores em redes sociais) em informação útil, precisa e em tempo real. Dessa forma, aumenta a previsibilidade de custos e riscos, tornando-os menores.

Essa tecnologia também é útil na correta alocação de recursos. Pode acontecer de um determinado setor solicitar uma aquisição de mercadorias, mas sem o levantamento adequado sobre a necessidade de compra. O BI auxilia a evitar esse tipo de prejuízo, dando informações de fácil compreensão e em tempo hábil.

MELHOR PRODUTIVIDADE 

Uma das principais melhorias da inteligência de mercado é a automatização de processos. Antes de essa tecnologia ser empregada, os colaboradores tendiam a cometer muitos erros e executar trabalhos duplicados, como na alimentação de uma planilha.

Porém, uma vez que o trabalho repetitivo e burocrático for delegado a um software de BI, o profissional terá mais autonomia para desenvolver outras atividades. Além de isso tornar o colaborador mais produtivo, lhe dará motivação e oportunidade de crescimento dentro da empresa, em sua área de atuação.

TOMADA DE DECISÕES 

Os gestores que insistem em confiar na própria intuição e experiência no mercado têm grandes chances de ficar para trás. O tratamento de dados feito pelo BI fornece informações úteis e ágeis. Além disso, lançando mão dessa tecnologia, será muito mais fácil implementar mudanças estratégicas alinhadas com os anseios dos consumidores.

MAPEAMENTO DE OPORTUNIDADES 

Além dos três benefícios que foram citados, também é possível uma companhia enxergar novas oportunidades por meio do Business Intelligence. Na prática, uma empresa pode ter em mãos dados precisos sobre preferências dos consumidores e padrões de consumo, por exemplo.

Informações desse tipo podem fornecer indícios importantes. A criação de novos produtos, o lançamento de campanhas de vendas voltadas para um determinado público-alvo e ofertas personalizadas, por exemplo, são algumas formas de um negócio conquistar e fidelizar os seus clientes.

COMO IDENTIFICAR INSIGHTS E DIRECIONAMENTOS POR MEIO DO BI? 

O funcionamento eficiente do Business Intelligence passa pelos três aspectos que serão explicados nos subtópicos abaixo. Aproveite para conferi-los!

CRUZAMENTO DE DADOS DE MERCADO COM DADOS INTERNOS 

O primeiro passo para fazer bem esse procedimento é conhecer os dados da empresa. Dessa forma, será mais fácil, por meio de uma ferramenta de BI, fazer o cruzamento com as informações do mercado. É preciso bastante habilidade de um colaborador para extrair o máximo de informações úteis para a companhia.

ACOMPANHAMENTO DE INFORMAÇÕES 

Após a geração dos relatórios, o próximo passo é monitorar se as tomadas de decisão tiveram o resultado esperado. Se essa etapa for negligenciada, a empresa correrá o risco de continuar “caminhando no escuro”, mesmo contando com uma ferramenta de inteligência empresarial. Se os resultados da estratégia forem insatisfatórios, é totalmente possível fazer uma revisão e, se necessário, mudar o rumo das coisas de forma rápida.

INFORMAÇÕES DIRETIVAS 

Se o cruzamento de dados foi feito de forma correta, os relatórios fornecerão informações claras não só sobre o mercado, mas também sobre os padrões e preferências de consumo. A partir disso, é possível inferir uma infinidade de informações, como o ticket médio que um cliente está disposto a pagar por um produto ou, até mesmo, os motivos que fizeram alguém deixar de comprar um item da sua empresa.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS FERRAMENTAS DE BI? 

Confira, nos subtópicos seguintes, as cinco principais ferramentas de inteligência de negócios usadas pelas empresas.

MICROSOFT POWER BI 

Desenvolvida pela Microsoft, essa ferramenta capta os dados oriundos de diversos lugares e os transforma em insights precisos e fáceis de interpretar. Dentre os componentes do Power BI, estão os aplicativos, os serviços de software e os conectores, que, uma vez trabalhando em conjunto, fazem com que uma grande massa de dados disforme seja tratada, até que se torne informação útil na tomada de decisões em uma companhia.

Essa ferramenta atende não só a trabalhos simples feitos no Excel, como também projetos de alta complexidade. Ela fornece métricas que auxiliam na identificação de falhas e ineficiências internas do negócio em tempo real, de modo que ações corretivas sejam feitas com rapidez e precisão.

GOOGLE DATA STUDIO 

Assim como a Microsoft, a Google desenvolveu a sua própria ferramenta de visualização de dados. Por meio dela, é possível gerar relatórios minuciosos acerca dos diversos departamentos em uma companhia.

Ainda, o Google Data Studio faz a integração de outra solução — o Google Analytics 360 Suite. Basicamente, essa aplicação faz a coleta, a visualização e o compartilhamento de dados corporativos.

Os dados que chegam ao Google Data Studio podem ser provenientes, além do Google Analytics, do YouTube Analytics, Google Ads e bancos de dados SQL. As informações processadas nessa ferramenta são armazenadas em nuvem, de forma segura.

ADOBE ANALYTICS 

Antes conhecida por Omniture SiteCatalyst, esta ferramenta concorre com o Google Analytics e é usada por empresas de grande porte. O Adobe Analytics conta com características peculiares, de modo que o usuário da solução da Google sinta a diferença na forma como os dados são trabalhados.

Uma dessas características é o acesso a uma grande quantidade de informações, porém, de uma forma não amostral. Em outras palavras, o Adobe Analytics evita que os dados sejam distorcidos e enviesados. Em comparação com o Analytics do Google, esse diferencial é de grande importância, visto que a totalidade dos dados na solução do Google só pode ser obtida na versão Premium.

IBM WATSON ANALYTICS 

A proposta do Analytics da IBM é fornecer informações relevantes sobre experiência do público e marketing. Com ele, é possível ter acesso em tempo real ao comportamento dos consumidores em canais de grande alcance, como as redes sociais. Entre as principais características da ferramenta, estão:

  • análise de dados por meio de inteligência artificial, com informações para aumentar o engajamento e conversão dos clientes;
  • acompanhamento do comportamento do consumidor em sites e aplicativos;
  • possibilidade de medir a eficiência das estratégias de marketing.

QLIKVIEW 

Uma das principais características do Qlikview é a possibilidade de autoatendimento. Na prática, a ferramenta permite que os colaboradores tenham uma maior autonomia de trabalho, uma vez que podem responder a perguntas feitas por eles mesmos.

Também é importante frisar que a solução armazena dados em sua memória de forma comprimida e os torna acessíveis para os profissionais da companhia. Caso tenha de lidar com um volume muito grande de informações, em vez de comprimir e guardar em sua memória, a ferramenta faz uma espécie de “ponte” com a fonte original dos dados.

É muito importante deixar isto claro: de nada adianta usar as ferramentas citadas se a equipe não tiver habilidade e expertise suficiente para lidar com os dados da organização. Para que uma solução de Business Intelligence ajude efetivamente as empresas, é preciso que os profissionais envolvidos tenham conhecimentos multidisciplinares.

Somente assim, os insights serão convertidos em ações corretivas e campanhas de marketing para um negócio reter mais clientes e garantir um retorno financeiro duradouro. Em resumo, aliando as ferramentas de BI com as habilidades analíticas dos colaboradores, os resultados serão os melhores possíveis.

QUE EMPRESAS SE REINVENTARAM USANDO BI? 

Algumas empresas bastante conhecidas do grande público implementaram o Business Intelligence em seus processos e obtiveram ótimos resultados. Quer saber quais são elas? Então, confira as subseções a seguir!

FIAT 

Preocupada em lançar um carro que atendesse aos anseios dos consumidores, a empresa italiana recorreu ao BI após fazer pesquisas de mercado e de comportamento dos usuários nas redes sociais. Além do sucesso no lançamento do Uno 2011, a companhia também pôde identificar boas oportunidades para o futuro.

TOYOTA 

Nos Estados Unidos, a empresa japonesa enfrentava um grande problema relacionado a dados. Com um grande volume de informações em mãos, não tinha os meios capazes de transformar aqueles relatórios em insights úteis. Não obstante, os números da empresa eram imprecisos. Depois de lançar mão do Business Intelligence, essa situação mudou. Os processos internos foram aprimorados, e o ROI (retorno sobre o investimento) foi superior a 500%.

TNT 

A TNT é uma empresa do ramo de transportadoras conhecida em escala global. Sendo de grande porte, os seus gestores detectaram a necessidade de otimizar os seus processos. A partir disso, foram identificadas falhas que poderiam prejudicar as operações da transportadora no futuro. Com o auxílio do BI, foi possível lidar com esses problemas por meio da criação de estratégias eficientes.

COCA-COLA BOTTLING COMPANY 

Esta é uma empresa parceira da Coca-Cola responsável pelo engarrafamento do refrigerante. O problema principal que a companhia enfrentava era a geração de relatórios de forma não automatizada, o que dificultava a visualização de informações úteis sobre operações e vendas. Com o BI, foi possível automatizar processos e economizar cerca de 260 horas de trabalho em um ano.

AVON 

Empresa americana de cosméticos, a Avon também lançou mão de soluções de Business Intelligence. Antes, a companhia tinha as suas estratégias baseadas estritamente na percepção e experiência de mercado dos gestores — sem contar a imprecisão e inconsistência das informações coletadas.

Com o BI, a Avon pôde ter acesso a indicadores de desempenho que ajudaram na melhora dos seus resultados. Além disso, foi possível fazer uma mudança na cultura organizacional da companhia e identificar oportunidades futuras de negócios.

Toda empresa deve ter uma preocupação constante em aprimorar seus processos internos e atrair e reter clientes. Como foi visto, o conhecimento sobre o que é Business Intelligence e as suas ferramentas oferece a possibilidade de melhorar a tomada de decisões e automatizar rotinas. Com isso, a companhia economiza tempo e recursos, tornando-se mais eficiente, produtiva e competitiva.

O que achou deste conteúdo? Se tem interesse em continuar aprendendo, continue a navegar pelo nosso blog! Além disso, você pode aproveitar que está aqui para assinar a nossa newsletter e garantir que vai ficar por dentro dos próximos conteúdos que postarmos!

Posts relacionados

Deixe um comentário