Seu parque de TI é solução ou problema? A importância de uma boa infraestrutura de TI

7 minutos para ler

A infraestrutura é o conjunto de elementos que compõem a base de uma empresa, ou seja, a espinha dorsal que mantém tudo em ordem. A infraestrutura de TI, em específico, é o suporte tecnológico que as empresas precisam para operar normalmente, como equipamentos e hardware, computadores, servidores, serviços de internet e até mesmo os profissionais necessários para manter a infraestrutura funcionando, como analistas de suporte e gerentes de rede. A infraestrutura de TI é, comumente, o elemento que apoia as mudanças e as necessidades por inovação nos negócios.

Em outras palavras, é o conjunto de recursos que formam o setor e os ambientes. Nesse sentido, os gestores que têm como objetivo colocar a organização no caminho para a transformação digital necessitam aprender mais sobre o assunto.

Assim, entenderão como investir em alterações significativas nos equipamentos e na estrutura de TI mantendo a estratégia de economia de custos. É preciso também entender qual é a melhor abordagem a seguir com o dimensionamento dos recursos necessários para impulsionar o crescimento da companhia. Se quiser saber mais detalhes, continue lendo o nosso artigo.

Necessidade de investimento em TI

Estamos passando pelo fenômeno da transformação digital, em que as tecnologias se tornam cada vez mais relevantes e estratégicas todo dia. Por isso, a necessidade de investimento em TI aumenta consideravelmente, uma vez que as demandas por serviços do setor crescem. É uma questão competitiva, que está associada à sobrevivência no mercado. 

Assim, faz-se necessário adquirir data centers mais robustos, equipamentos seguros e consistentes de rede e softwares inteligentes para fornecer o apoio fundamental. Hoje, é essencial investir em análise de dados, inteligência artificial, internet das coisas e realidade virtual/aumentada, por exemplo. 

Essas tecnologias geram melhores serviços para os clientes e proporcionam inovações internas, o que ajuda a impulsionar a lucratividade e eliminar desperdícios e gargalos. Contudo, para que esses investimentos funcionem, é preciso uma boa espinha dorsal, ou seja, uma base com os recursos computacionais necessários.

As companhias que investem mais em TI e em infraestrutura conseguem maior previsibilidade e estabilidade diante das mudanças requeridas pelo mercado. Assim, elas podem focar digitalização de operações, automação e integração de processos. Ou seja, desse modo, adaptam suas operações ao mundo moderno e passam a oferecer maior valor aos seus clientes. 

Atualmente, a cloud computing permite que os investimentos nesse quesito sejam descomplicados. Empresas conseguem adquirir recursos computacionais como serviços em pacotes, de forma a lidar com as demandas existentes. Assim, elas pagam apenas pelo que usam e dispõem de recursos virtualizados, sem arcar com custos de equipamentos físicos e espaço para esses data centers.

Com isso, é viável investir na modernização e evoluir a fim de atender ao mercado de maneira mais rápida. Em algumas horas, os gestores podem contar com um data center inteiro, configurado de acordo com as necessidades para colocar os projetos em prática. 

Importância de uma boa infraestrutura de TI

Veremos em detalhes agora por que é importante obter uma boa infraestrutura de TI.

Melhora de desempenho

O primeiro fator é a melhoria no desempenho dos sistemas internos. Considerando que todo sistema interno utiliza os servidores, a estrutura de armazenamento, as imagens operacionais e a rede para comunicação, se essa base for de qualidade, não haverá problemas no uso dos softwares.

Em outras palavras, se a base estrutural é bem gerenciada, as aplicações principais estarão sempre consistentes e disponíveis para uso diário na empresa e até mesmo fora dela. Elas também estarão sempre rápidas e com respostas ágeis em todos os momentos. 

Maior produtividade

A produtividade dos colaboradores também é impulsionada. Uma boa infraestrutura fornece o apoio para que os funcionários trabalhem melhor e forneçam o seu melhor desempenho dentro do ambiente.

Se há maior estabilidade nos sistemas e eles estão sempre atualizados, a companhia pode melhorar os índices de produção, com mais rapidez nas operações e na solução de problemas. 

Ou seja, se o setor de TI mantém a base funcionando normalmente, os funcionários não precisam interromper suas obrigações nem mesmo se preocupar com questões técnicas. 

Segurança

Se há um bom gerenciamento, há maior segurança. Desse modo, os servidores se manterão estáveis e sólidos, sem paradas e gargalos para correção de problemas. Além disso, os dados de colaboradores, fornecedores e clientes ficarão protegidos, com a redução das vulnerabilidades internas. 

Na infraestrutura na nuvem, por exemplo, existe o apoio de ferramentas como backup, criptografia e métodos de recuperação de desastres — que visam a preparar a empresa para momentos de contingência e problemas com os servidores e equipamentos. Da mesma forma, a cloud oferece monitoramento constante e suporte no acompanhamento da estrutura, a fim de gerar transparência e tornar os problemas uma exceção.

Comunicação entre os setores

Uma boa estrutura fornece o idioma para que os setores se comuniquem, de uma maneira moderna e prática. Ou seja, é possível que os times colaborem entre si e cooperem uns com os outros. Com os sistemas em nuvem, por exemplo, é possível gerenciar uma mesma interface em computadores diferentes, o que torna o compartilhamento de dados mais fácil. 

Flexibilidade

Outra questão é a flexibilidade. Para que as empresas sejam capazes de responder rápido às mudanças do mercado e às crises, é preciso haver esse poder de alterar o dimensionamento de forma prática.

Com a infraestrutura virtualizada, na nuvem, é possível aumentar ou diminuir a quantidade de recursos de acordo com a demanda. A diferença é a taxa que varia de acordo com a quantidade de computação que é utilizada. Assim, não há desperdício com pacotes maiores do que o necessário nem insuficiência.

Redução de custos

Da mesma forma, é possível obter uma forte redução de custos ao trazer o foco para uma boa infraestrutura. Afinal, se a estrutura de TI é sólida e estável, a empresa não precisa gastar muito com correções e reparos emergenciais.

Se há monitoramento e um cuidado preventivo, é possível manter a estrutura consistente e previsível, de forma a cooperar com as demandas. Isso tudo sem custos escondidos e taxas complexas a administrar.

Skills importantes para ter no setor de TI

Para garantir o sucesso do setor de tecnologia de informação, principalmente diante das demandas atuais, é preciso que os profissionais apresentem algumas habilidades. Veremos a seguir.

Know-how técnico

Evidentemente, esses colaboradores precisam demonstrar um grande know how técnico, principalmente para lidar com a dinâmica do setor. Eles devem conhecer arquitetura de TI, entender tipos de servidores, redes e estruturas de armazenamento, de cabeamento até a escolha de hardwares.

Além disso, devem estar devidamente atualizados e entender como dimensionar uma opção de infraestrutura como um serviço, na nuvem.

Boa comunicação

Outra característica que faz um bom profissional: a comunicação. Esses colaboradores devem ser capazes de dialogar com os colegas em busca de soluções em grupo, sempre pensando no melhor. Da mesma forma, é necessário interagir e se comunicar com pessoas de fora da TI também. 

Visão de negócios

Em uma TI estratégica, também é requisito que os membros tenham uma boa visão de negócios. Ou seja, nesse cenário, eles apresentam uma clara percepção dos objetivos e das metas, bem como do posicionamento da empresa no mercado, entendendo como o ambiente de tecnologia ajuda nessas questões.

Conforme analisamos, uma infraestrutura de TI é crucial para que as empresas funcionem normalmente no mundo digital, com automação, digitalização e integração. Ela serve para entregar valor aos clientes, com serviços internos mais rápidos e precisos. Dessa forma, contar com uma opção moderna, como a nuvem, é fundamental para obter segurança, escalabilidade e produtividade.

Gostou do conteúdo? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de nossas atualizações. 

Posts relacionados

Deixe um comentário