Data Driven Business: o que você PRECISA saber sobre o assunto

6 minutos para ler

Os softwares de gestão ajudam no controle das rotinas empresariais, gerando inúmeras informações que podem ser inseridas em relatórios e utilizadas para a realização de análises. Isso facilita a criação de planejamentos para a alavancagem dos negócios, mas também propicia a geração de dados em excesso ao longo das atividades cotidianas. Ser Data Driven auxilia na adequada destinação desses dados. 

Neste artigo, vamos abordar as principais informações sobre Data Driven Business, explicando o conceito, informando quais são os benefícios dele, e apontando como ele pode ser aplicado de maneira eficiente. Aqui, você também vai descobrir como Data Driven impacta positivamente as negociações, especialmente em relação à tomada de decisões.

As consequências de não implementar essa cultura, as quais podem ser negativas para o seu empreendimento e para a sua equipe de trabalho.

Quer saber como ter mais efetividade no desenvolvimento de ações e obter dicas para a aplicação prática do conceito? Continue a leitura e fique por dentro das melhores ferramentas disponíveis no mercado! 

O CONCEITO DE DATA DRIVEN 

Data Driven é um método de cruzamento de dados para a realização de análise preditiva e diagnóstica eficaz. Ele está relacionado à inteligência dos negócios, sendo também uma ferramenta fundamental, que proporciona a tomada de decisões com a adoção de medidas eficientes para melhorar o desempenho empresarial.  

O levantamento e a interpretação das informações disponíveis são diferenciais competitivos na atualidade. A solução faz a estruturação da coleta de dados oriundos dos usuários ou clientes e efetua análises precisas com muita agilidade. Com isso, os gestores traçam estratégias que trazem ótimos resultados ao empreendimento. Veja, a seguir, os motivos para ficar atento a esse método. 

OS BENEFÍCIOS DE SER DATA DRIVEN 

Como você pode observar, Data Driven pode ser usado para  coleta das informações, organiza e ajuda a interpretá-las. O acesso a esses dados pode ser remoto, permitindo a redução de infraestrutura pelo acesso às plataformas em nuvem e dispensando a aquisição de servidores e equipamentos de rede. As principais vantagens da adoção do conceito para as empresas e seus gestores estão registradas logo adiante. 

AGILIDADE NA TOMADA DE DECISÕES 

As análises das informações capturadas por meio de Data Driven proporcionam efetividade nas escolhas referentes às negociações com parceiros, gestão de projetos, procedimentos operacionais e outros processos, que se tornam mais lógicos e objetivos. 

CRESCIMENTO DO NEGÓCIO EM LONGO PRAZO 

Tornar-se uma empresa Data Driven permite aos gerentes tomar decisões projetando resultados em curto, médio e longo prazo. Isso garante o crescimento da empresa e a sua sobrevivência no mercado, que é altamente competitivo, garantindo o seu futuro. 

CONFIABILIDADE NO MERCADO 

As empresas adeptas dessa cultura são vistas como mais confiáveis pelas instituições financeiras e bancárias, que oferecem linhas de créditos mais vantajosas e com juros menores. A imagem da organização transmite profissionalismo para os fornecedores e para o mercado. 

MARKETING PERSONALIZADO 

As ferramentas de automação de marketing são aliadas de Data Driven. Unindo as soluções, é possível verificar os tipos de clientes (demografia), o valor e/ou potencial de cada cliente e a probabilidade de churn. Além disso, são criadas mensagens personalizadas, que são enviadas aos clientes que têm mais probabilidade de fazer a aquisição dos produtos ou serviços ofertados. 

REDUÇÃO DE CUSTOS 

As informações são filtradas pelo método, que localiza o público-alvo, minimizando os gastos com o correto direcionamento de campanhas que dão resultado. Basta ter uma estratégia bem definida para isso. 

APERFEIÇOAMENTO DE PRODUTOS E SERVIÇOS 

As avaliações de desempenho dos produtos enfatizam os aspectos positivos e negativos de cada item. Com isso, a empresa pode aprimorar os produtos ou serviços colocados à disposição dos clientes. 

DICAS PARA APLICAR DATA DRIVEN NA PRÁTICA 

Antes de implementar o método de coleta e exibição dos dados dos setores da empresa, faça o planejamento desse processo. Primeiro, defina as metas e os objetivos para depois montar os gráficos, as tabelas, os dashboards e os relatórios. Em seguida, escolha os indicadores-chave de desempenho (KPIs), coletando sugestões e analisando métricas. Observe também as próximas dicas! 

CONTE COM PESSOAS 

Os colaboradores e os gestores precisam ser preparados para a mudança, entendendo a utilidade do conceito, bem como os benefícios que o método proporciona às rotinas de trabalho. O profissional mais indicado para auxiliar na implementação da solução é o diretor executivo de dados (CDO), que é especializado nessa área e poderá organizar as visões das informações para cada departamento. 

ESTRUTURAÇÃO DE PROCESSOS 

Os processos devem ser integrados entre as equipes de diferentes setores, com dados sendo disponibilizados em uma única plataforma com acesso liberado para todos os envolvidos. Os procedimentos devem ser estruturados para dar apoio às decisões dos gestores. As informações do negócio precisam estar disponíveis de forma online. 

USO DA TECNOLOGIA 

uso de software não é obrigatório com a implantação do método de cruzamento. No entanto, esse método de gestão é ligado e depende de outras tecnologias para não se tornar lento e burocrático. Conte com o uso de outros sistemas para agilizar e otimizar as funcionalidades da ferramenta.  

Tornar-se Data Driven Business gera vantagens incomparáveis ao seu negócio — você vai precisar de algumas ferramentas auxiliares. Uma delas pode ser o mundo de Big Data, que acrescenta ainda mais efetividade à gestão, sendo muito conhecida por obter, tratar e analisar informações não analisadas por outros sistemas. Um sistema integrado de gestão empresarial, denominado ERP, também é muito indicado para uso conjunto com o conceito. 

Enfim, a empresa que não é Data Driven ou que não se orienta por dados — seguindo a intuição — corre risco elevado na tomada de decisão. Por se basear no empirismo, muitas vezes os seus líderes acreditam em cenários enviesados, não conhece profundamente o seu cliente e não sabe ao certo o que ele quer. Assim, investe em apostas que não dão retorno e estão cada vez mais ameaçadas no mercado por empresas que já são adeptas de Data Driven. 

Agora você já conhece o que é a metodologia Data Driven e sabe o que precisa fazer para alcançar todos os seus benefícios. Então compartilhe este artigo nas suas redes sociais e faça com que mais pessoas tenham acesso a essas informações! 

Posts relacionados

Deixe um comentário